Como fazer uma negociação personalizada para atingir seus objetivos

O mundo em que vivemos é uma grande negociação. Estamos na Era da Informação . As relações estão cada vez mais horizontalizadas . Formam-se equipes de trabalhos , força - tarefas , joint ventures, alianças estratégicas , empresas fundidas ou adquiridas. Nesta Era da Informação a forma predominante está sendo a negociação cooperativa , de benefício mútuo. O Poder de Posição está sendo enfraquecido pelo Poder Pessoal . Percebemos que as relações e conflitos entre pais e filhos, homem e mulher, entre chefes e subordinados, entre amigos, colegas de trabalho, fornecedores e clientes , estão mudando porque o mundo , os valores , os interesses estão mudando. Hoje para atingir os nossos objetivos dependemos de dezenas de pessoas. Não podemos mais impor uma decisão , somos obrigados a negociar . Nosso maior desafio , atualmente , é como nós podemos nos comunicar eficazmente e aprendermos a trabalhar juntos. Quanto maior a interdependência significa mais conflito, e não menos . Negociar , portanto, tornou-se nos dias de hoje uma das maiores, se não a maior , habilidade humana. A negociação é uma verdade da vida. Nos comunicamos de forma bidirecional concebida para chegar a um acordo , quando você e o outro lado têm alguns interesses em comum e outros opostos.


Durante os seminários que realizo e atuando também como mediador em muitas negociações comerciais, empresariais e sindicais, observo que a maioria dos negociadores utilizam métodos padronizados , ultrapassados , porque negociam de forma posicional , iludindo a outra parte quanto as suas verdadeiras opiniões, fazendo algumas concessões para manter a negociação em andamento. A barganha posicional converte-se numa disputa de vontades.